site

O projeto Carta Branca  está sendo realizado através do Edital ProAc de circulação e temporada de circo, da Secretaria de Cultura do Governo do Estado de São Paulo. O espetáculo será apresentado em nove cidades: Porangaba, Santo Antônio da Posse, Pedra Bela, Serra Azul, Santa Maria da Serra, Itariri, Redenção da Serra, Tapiraí e Joanópolis. As seis primeiras localidades receberão, também, a vivência Malabarismo Possível.

Todas as apresentações e vivências acontecerão nas principais praças das cidades. Nós avisaremos, através do facebook e instragram, onde estaremos em caso de chuva, acompanhe:

Facebook | Instagram

Confira a agenda do projeto:

PORANGABA
8 de fevereiro
Malabarismo Possível – 15:30h
Local: Salão Paroquial
Carta Branca – 18:30
Local: Rua 4 de julho – em frente a praça da Matriz

SERRA AZUL
14 de fevereiro
Malabarismo Possível – 15h
Carta Branca – 18h
Local: Praça da Matriz

TAPIRAI
18 de fevereiro
Carta Branca – 17h
Local: Praça Central

ITARIRI
11 de março
Malabarismo Possível – 14h
Carta Branca – 16:30h
Local: Praça do Coreto

REDENÇÃO DA SERRA
20 de março
Carta Branca – 16h

JOANÓPOLIS
30 de março
Carta Branca – 17h
Praça da Matriz

Águas de Lindóia
09 de abril
Malabarismo Possível – 14h
Carta Branca – 18h
Local: Rua Vitória Régia

Pedra Bela
04 de abril
Malabarismo Possível – 14h
Carta Branca – 16h
Local: Praça São Sebastião

Rafard
09 de abril
Malabarismo Possível – 14h
Carta Branca – 16h
Local: Paço Municipal

Ficha técnica:
Criação e atuação: Danielle Siqueira, Marina Viski, Otavio Fantinato e Tássio Folli
Figurino: Claudia Schapira
Concepção cenográfica: Tássio Folli e Otavio Fantinato
Música: Danielle Siqueira
Direção Geral: Tássio Folli
Operação de som: Gui Boranga
Coordenação de projeto: Hálida Maria
Assistência Contábil: Vera Folli

Conheça as atividades:

Em uma sala de uma só parede, quatro artistas de circo se encontram para ocupar o vazio e transformá-lo constantemente: São bancos, bolas e tábuas de madeira que, através de manipulações, voam pelos ares e deslizam pelo chão, invadindo o espaço e criando em cada momento um novo cenário de jogo. Com acrobacia, dança, malabarismo e música ao vivo, esses companheiros não medem esforços para compartilhar seus sonhos e cumprir seu dever: Entreter o público! Mas, através de suas cartas brancas, buscam a sinceridade em compartilhar algo que seja realmente significativo e, assim, acabam expondo seus medos, motivações e fragilidades, mostrando aspectos vulneráveis de suas personalidades.

 

A Cia. do Relativo apresenta uma proposta de instalações interativas: a vivência “Malabarismo Possível” oferece a crianças e adultos a possibilidade de experimentar jogos cooperativos criados a partir de conceitos do malabarismo. São disponibilizadas sete instalações nas quais os artistas da companhia atuam como mediadores, facilitando a exploração de diferentes dinâmicas com os participantes. A atividade abrange desde de pessoas inexperientes nas técnicas de manipulação de objetos, a aquelas que, já possuindo conhecimentos anteriores, queiram experimentar novos estímulos criativos.