Desde sua estréia em 2016, o segundo espetáculo da companhia esteve em 30 cidades de 5 estados do Brasil. Foi convidado a participar de projetos como: Festival Internacional Sesc de Circo 2017, Circuito Sesc de Artes 2018, Picadeiro Móvel (RJ), Mostra Sesc Cariri (CE), Festival Internacional de Circo de São Paulo, Sesc Circo Maranhão, e Aldeia Sesc de Arte (MT). Foi contemplado pelo edital ProAC de produção e circulação de espetáculos circenses, da Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Governo do Estado de São Paulo, em 2018.

Sinopse:

Esta imagem possuí um atributo alt vazio; O nome do arquivo é 6-Carta-Branca-Ricardo-Avellar-683x1024.jpg

Em uma sala de uma só parede, quatro artistas de circo se encontram para ocupar o vazio e transformá-lo constantemente: São bancos, bolas e tábuas de madeira que, através de manipulações, voam pelos ares e deslizam pelo chão, invadindo o espaço e criando em cada momento um novo cenário de jogo. Com acrobacia, dança, malabarismo e música ao vivo, esses companheiros não medem esforços para compartilhar seus sonhos e cumprir seu dever: Entreter o público! Mas, através de suas cartas brancas, buscam a sinceridade em compartilhar algo que seja realmente significativo e, assim, acabam expondo seus medos, motivações e fragilidades, mostrando aspectos vulneráveis de suas personalidades.

Criação e atuação: Danielle Siqueira, Marina Viski, Otavio Fantinato e Tássio Folli

Figurino: Claudia Schapira

Concepção cenográfica: Tássio Folli e Otavio Fantinato

Música: Danielle Siqueira

Direção Geral: Tássio Folli

Classificação etária: Livre.

Duração: 50 minutos

Teaser:

Espetáculo na integra: